Posted on Leave a comment

Novena em honra a São José, com meditações de São João Paulo II

Por meio da exortação apostólica Redemptoris Custos, João Paulo II deixou um grande tesouro para que a Igreja medite sobre o papel de São José na vida cristã. Reafirmando-o como padroeiro da Igreja, a exortação apostólica realça, entre outras coisas, as virtudes do santo a serem imitadas.

A partir disso, montamos uma novena que, além das orações tradicionais, traz elementos e trechos da Redemptoris Custos para que sirvam como meditação. Confira:

A novena geralmente é rezada entre os dias 10 e 18 de março. Porém, pode ser realizada em qualquer período.

Primeiro Dia | São José, Pai Nutrício de Jesus

Meditação com João Paulo II:

“José é o pai: a sua paternidade, porém, não é só ‘aparente’, ou apenas ‘substitutiva’; mas está dotada plenamente da autenticidade da paternidade humana da autenticidade da missão paterna na família” (RC, 21). João Paulo II reforça que a paternidade de José inside diretamente na vida humana de Jesus, de modo que “com a autoridade paterna sobre Jesus, Deus terá comunicado também a José o amor correspondente, aquele amor que tem a sua fonte no Pai (RC, 8)”

Peçamos ao Senhor a graça de amarmos Jesus, a exemplo de São José.

Oração:

Amabilíssimo São José, que tivestes a honra de alimentar, educar e abraçar o Messias, a quem tantos profetas e reis desejaram ver e não viram, obtende-me, com o perdão das minhas culpas, a graça da oração humilde e confiante que tudo alcança de Deus. Acolhei com bondade paternal os pedidos que vos faço nesta novena e apresentai-os a Jesus, que se dignou obedecer-vos na terra. Amém.

V/. Rogai por nós, São José, pai nutrício de Jesus.

R/. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos. Ó Deus, que por uma inefável Providência Vos dignastes escolher o bem-aventurado São José para Esposo de vossa Mãe Santíssima, concedei-nos que aquele mesmo que na terra veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Segundo Dia | São José, Esposo da Virgem Maria

Meditação com João Paulo II:

João Paulo II escreve que “o homem ‘justo’ de Nazaré possui sobretudo as características bem nítidas do esposo” (RC, 18). Sua esponsalidade com Maria brota de uma profunda vida interior. “José, obediente ao Espírito, encontra precisamente nele a fonte do amor, do seu amor esponsal de homem; e este amor foi maior do que aquele «homem justo» poderia esperar, segundo a medida do próprio coração humano” (RC, 19).

Clamemos ao Senhor que, por Sua Graça, gere em nós uma alma esposa, disponível para unir-se a Deus e viver plenamente nosso chamado vocacional.

Oração:

São José, castíssimo Esposo da Mãe de Deus e guarda fiel da sua virgindade, obtende-me, por Maria, a pureza do corpo e da alma e a vitória em todas as tentações e dificuldades. Recomendo-vos também os esposos cristãos, para que, unidos com sincero amor e fortalecidos pela graça, amparem-se mutuamente nos sofrimentos e tribulações da vida. Amém.

V/. Rogai por nós, São José, esposo da Mãe de Deus.

R/. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos. Ó Deus, que por uma inefável Providência Vos dignastes escolher o bem-aventurado São José para Esposo de vossa Mãe Santíssima, concedei-nos que aquele mesmo que na terra veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Terceiro Dia | São José, Chefe da Sagrada Família

Meditação com João Paulo II:

O pai adotivo de Jesus traz consigo uma forte vivência espiritual, de modo que em si encontra uma contemplação profunda e uma vida ativa de trabalho. Para João Paulo II, “a expressão quotidiana do amor na vida da Família de Nazaré é o trabalho” (RC, 22).

Que o Senhor Jesus nos dê, com o auxílio da Graça, a capacidade de cumprir com as nossas obrigações de estado de vida, não as negligenciando e, muito menos, idolatrando-as.

Oração:

Glorioso São José, que gozastes durante tantos anos da presença e filial afeição de Jesus, a quem tivestes a dita de alimentar e vestir, juntamente com vossa Santíssima Esposa, eu vos suplico me alcanceis o dom inefável de sempre viver em união com Deus pela graça santificante. Obtende também para os pais cristãos a graça do fiel cumprimento de seus graves deveres de educadores e, aos filhos, o respeito e a obediência, segundo o exemplo do Menino Jesus. Amém.

V/. Rogai por nós, São José, chefe da Sagrada Família.

R/. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos. Ó Deus, que por uma inefável Providência Vos dignastes escolher o bem-aventurado São José para Esposo de vossa Mãe Santíssima, concedei-nos que aquele mesmo que na terra veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Quarto Dia | São José, Exemplo de Fidelidade

Meditação com João Paulo II:

“a fé de Maria encontra-se com a fé de José […] Se Isabel disse da Mãe do Redentor: ‘Feliz daquela que acreditou’, esta bem-aventurança pode, em certo sentido, ser referida também a José” (RC, 4)

Assim como a Igreja acredita no dogma da virgindade de Maria, acredita na fidelidade e dignidade de seu matrimônio com José. “No momento culminante da história da salvação, quando Deus manifestou o seu amor pela humanidade, mediante o dom do Verbo, deu-se exactamente o matrimónio de Maria e José, em que se realizou com plena «liberdade» o «dom esponsal de si» acolhendo e exprimindo um tal amor” (RC, 7)

Uma fé disponível para obedecer a viver a vontade de Deus de modo incondicional. Peçamos a Deus tamanha fidelidade e desprendimento.

Oração:

Fidelíssimo São José, que nos destes tão belo exemplo no fiel cumprimento de vossos deveres de protetor da Santíssima Virgem e de pai nutrício do Redentor, rogo-vos me obtenhais a graça de imitar o vosso exemplo na fidelidade a todos os deveres do meu estado de vida. Ajudai-me a ser fiel nas coisas pequenas, para o ser também nas grandes. Alcançai essa mesma graça para todos os que me são caros nesta vida, a fim de chegarmos a gozar no céu o prêmio prometido aos que forem fiéis até a morte. Amém.

V/. Rogai por nós, São José, exemplo de fidelidade.

R/. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos. Ó Deus, que por uma inefável Providência Vos dignastes escolher o bem-aventurado São José para Esposo de vossa Mãe Santíssima, concedei-nos que aquele mesmo que na terra veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Quinto Dia | São José, Espelho de Paciência

Meditação com João Paulo II:

“Além da confiança na protecção segura de José, a Igreja tem confiança no seu exemplo insigne, um exemplo que transcende cada um dos estados de vida e se propõe a toda a comunidade cristã, sejam quais forem a condição e as tarefas de cada um dos fiéis” (RC, 30)

Quais são as virtudes de São José que servem de espelho para meu estado de vida? Sua paciência, fidelidade, obediência, vida interior, seu dom de si? Peçamos ao Senhor que o mesmo Espírito que deu tais virtudes a São José possa também nos fazer crescer em santidade e fidelidade.

Oração:

Bondoso São José, que suportastes com heróica paciência as provações e adversidades na viagem a Belém, na fuga para o Egito durante a vida oculta em Nazaré e me destes o exemplo de admirável conformidade com a vontade de Deus, obtende-me a virtude da paciência nas dificuldades de cada dia. Alcançai também invencível paciência a todos os que suportam pesadas cruzes, a fim de que se unam sempre mais a Jesus, divino modelo de mansidão e paciência. Amém.

V/. Rogai por nós, São José, espelho de paciência.

R/. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos. Ó Deus, que por uma inefável Providência Vos dignastes escolher o bem-aventurado São José para Esposo de vossa Mãe Santíssima, concedei-nos que aquele mesmo que na terra veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Sexto Dia | São José, Modelo dos Operários

Meditação com João Paulo II:

José é ponte entre o trabalho humano e o mistério da Redenção. Como diz o papa, “São José é o modelo dos humildes”, e “a prova de que para ser bons e autênticos seguidores de Cristo não se necessitam ‘grandes coisas’, mas requerem-se somente virtudes comuns, humanas, simples e autênticas” (RC, 24). Contudo, seu trabalho não diminuia sua profunda contemplação. “José estava quotidianamente em contato com o mistério escondido desde todos os séculos, que estabeleceu a sua morada sob o teto da sua casa” (RC, 25).

Que o Senhor nos dê, com a São José, a capacidade de alimentar uma vida contemplativa, mesmo em meio à uma vida ativa de trabalhos.

Oração:

Humilde São José, que vivendo em pobreza dignificastes a vossa profissão pelo trabalho constante e vos sentistes feliz em servir a Jesus e a Maria com o fruto de vossos suores, alcançai-me amor ao trabalho, que me foi imposto como dever de estado, procurando cumprir nisto sempre a vontade de Deus. Protegei os lares dos trabalhadores do Brasil contra as influências nefastas dos inimigos de Cristo e da Santa Igreja. Obtende-lhes a graça de santificarem o seu trabalho, pela reta intenção, em tudo conformados com os desígnios da Divina Providência. Amém.

V/. Rogai por nós, São José, modelo dos operários.

R/. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos. Ó Deus, que por uma inefável Providência Vos dignastes escolher o bem-aventurado São José para Esposo de vossa Mãe Santíssima, concedei-nos que aquele mesmo que na terra veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Sétimo Dia | São José, Protetor da Santa Igreja

Meditação com João Paulo II:

João Paulo II referiu-se ao itinerário espiritual de São José como esposo, pai, trabalhador e homem orante. O papa quis ressaltar que “além da confiança na protecção segura de José, a Igreja tem confiança no seu exemplo insigne, um exemplo que transcende cada um dos estados de vida e se propõe a toda a comunidade cristã, sejam quais forem a condição e as tarefas de cada um dos fiéis” (RC, 30).

Que o Senhor nos dê tamanho apreço pela santidade, que nosso maior desejo durante esta novena não seja o recebimento de graças, mas a aquisição de virtudes.

Oração:

Glorioso Patriarca São José, Protetor e Padroeiro da Igreja Universal, obtende-me a graça de amar a Igreja como Mãe e de a honrar como verdadeiro discípulo de Cristo. Rogo-vos que veleis sobre o seu Corpo Místico, como outrora velastes sobre Jesus e Maria. Protegei o Santo Padre e os Bispos, os Sacerdotes e os Religiosos. Alcançai-lhes santidade de vida e eficácia no apostolado. Guardai a inocência da infância, a castidade da juventude, a honestidade do lar, a ordem e a paz da sociedade. Amém.

V/. Rogai por nós, São José, protetor da Santa Igreja.

R/. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos. Ó Deus, que por uma inefável Providência Vos dignastes escolher o bem-aventurado São José para Esposo de vossa Mãe Santíssima, concedei-nos que aquele mesmo que na terra veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Oitavo Dia | São José, Consolo dos Enfermos

Meditação com João Paulo II:

“O sacrifício total, que José fez da sua existência inteira, às exigências da vinda do Messias à sua própria casa, encontra a motivação adequada na «sua insondável vida interior, da qual lhe provêm ordens e consolações singularíssimas; dela lhe decorrem também a lógica e a força, própria das almas simples e límpidas, das grandes decisões, como foi a de colocar imediatamente à disposição dos desígnios divinos a própria liberdade, a sua legítima vocação humana e a felicidade conjugal, aceitando a condição, a responsabilidade e o peso da família e renunciando, por um incomparável amor virgíneo, ao natural amor conjugal que constitui e alimenta a mesma família»” (RC, 26).

São José não desperdiçou seus sacrifícios, pelo contrário, aproveitou-os todos para poder amar mais a Jesus. Uma vida de renúncia e entrega ao Senhor. Peçamos ao Senhor que, a seu exemplo, aprendamos também a unir-nos ao Senhor nos momentos de dificuldade. Oremos, também, por cura física e libertação espiritual.

Oração:

Compassivo São José, esperança dos doentes e necessitados, valei-me em todas as enfermidades e tribulações, alcançando-me plena conformidade com os admiráveis desígnios de Deus. Obtende-me também para mim e para todos pelos quais rezo nesta novena, a cura das enfermidades espirituais, que são as paixões desordenadas, fraquezas, faltas e pecados, e protegei-nos contra as tentações do inimigo da nossa salvação. Amém.

V/. Rogai por nós, São José, consolo dos enfermos.

R/. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos. Ó Deus, que por uma inefável Providência Vos dignastes escolher o bem-aventurado São José para Esposo de vossa Mãe Santíssima, concedei-nos que aquele mesmo que na terra veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Nono Dia | São José, Padroeiro dos Moribundos

Meditação com João Paulo II:

“A caminhada própria de José, a sua peregrinação da fé terminaria antes; ou seja, antes que Maria esteja de pé junto à Cruz no Gólgota e antes que Ela – tendo Cristo voltado para o seio do Pai se encontre no Cenáculo do Pentecostes, no dia da manifestação ao mundo da Igreja, nascida pelo poder do Espírito da verdade. E contudo, a caminhada da fé de José seguiu a mesma direcção, permaneceu totalmente determinada pelo mesmo mistério, de que ele, juntamente com Maria, se tinha tornado o primeiro depositário.” (RC, 6)

José morreu amparado por Jesus e por Maria. Que o Senhor nos dê, por sua intercessão, a graça de morrermos sem pecado mortal e com o recebimento dos sacramentos.

Oração:

Ditoso São José, que morrendo nos braços de Jesus e Maria, partistes deste mundo ornado de virtudes e enriquecido de méritos, assisti-me na hora suprema e decisiva da minha vida contra os ataques do poder infernal. Obtende-me a graça de morrer confortado com os santos Sacramentos, necessários para a minha salvação. Tende compaixão de todos os agonizantes, alcançando-lhes a graça da salvação por intermédio de Maria, vossa Santíssima Esposa. Amém.

V/. Rogai por nós, São José, padroeiro dos moribundos.

R/. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos. Ó Deus, que por uma inefável Providência Vos dignastes escolher o bem-aventurado São José para Esposo de vossa Mãe Santíssima, concedei-nos que aquele mesmo que na terra veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Leave a Reply

Your email address will not be published.